O que é uma Fintech?

As fintechs estão conquistando o mercado de pagamento e você ainda não sabe o que elas são? Fique atualizado, descubra aqui!

por Lays Xavier

A fintech é uma empresa de pagamento que se apoia nas facilidades oferecidas pela tecnologia e com efeitos na internet.

O próprio termo fintech surgiu da combinação de duas palavras em inglês, sendo elas Financial, que significa finanças e Technology, que é traduzido para o português como tecnologia.

Até aqui, você pode ter levantado o questionamento, "qual a diferença entre uma fintech e o banco tradicional?". Ambos estão ligados a área financeira e a cada dia que passa, os bancos inserem mais tecnologia para tornar os processos mais seguros.

Você pode fazer pagamentos, movimentar sua conta, realizar transferências, comprar com o número do seu cartão e muitas outras coisas, sem a necessidade de sair de casa.

As fintechs, no entanto, possuem um caráter completamente tecnológico, não tendo dificuldades de implantar melhorias em seu sistema e reproduzi-las em grande escala.

Entenda a seguir como as fintechs funcionam e o porquê delas ganharem tanto espaço do mercado.

Como funcionam as fintechs?

As fintechs variam os seus direcionamentos, mas todas têm o mesmo objetivo de modo geral. Essas empresas estão em busca de, através do uso da tecnologia e da internet, sanar problemas ou limitações de serviços financeiros mais tradicionais.

Podemos dizer que as fintechs utilizam a tecnologia para oferecer recursos aos usuários, que os bancos e outras instituições financeiras não disponibilizam ou que oferecem de forma burocrática e incompleta.

Por que as fintechs se destacam?

Boa parte das fintechs nasceram com a filosofia de uma startup. Esse é um grande diferencial, pois as soluções encontradas podem ser reproduzidas em grande escala e replicada sem dificuldade.

Ou seja, muitas pessoas podem usufruir dos serviços oferecidos pela fintech, ao mesmo tempo, pois o sistema consegue acompanhar o ritmo de crescimento.

A facilidade de implementar melhorias também é algo que chama atenção. Quando o sistema sofre alterações, é simples passar essa melhoria para a frente e disponibilizá-la para os usuários.

A fintech supre uma necessidade e a encara como oportunidade para propagar o seu produto. Ela identifica uma demanda que está sendo negligenciada e, através do uso de tecnologias, desenvolve formas de explorá-la.

Iniciar como startup, faz com que a fintech, desde o começo adote medidas para aperfeiçoar os processos, trazer mais agilidade para que o sistema acompanhe a expansão causada pelo aumento excessivo da demanda.

Para conseguir dar conta de suprir a essas demandas, é comum que a fintech desenvolva um serviço constantemente, trazendo cada vez mais melhorias e diferenciais.

O foco está na qualidade que o serviço oferece, sendo desenvolvido cada vez mais otimizações que o tornam destaques no mercado.

Por outro lado, devido a esse foco no serviço principal, as fintechs não costumam oferecer portfólio com muitas opções de serviços. Então é comum encontrar poucos serviços desenvolvidos pela empresa, porém, todos os que estão sendo disponibilizados são excepcionais.

Contratar fintechs ou bancos?

Essa questão não pode ser respondida de forma definitiva. Isso porque cada empresa possui uma estratégia de negócios e um objetivo.

Sabendo disso, entendemos que uma fintech não oferece muitos serviços, o que faz com que a empresa em questão, feche contrato com mais de 2 sistemas para conseguir as soluções que o banco oferece.

O que não pode deixar de ser dito, é que mesmo nesses casos, é possível que as taxas e a burocracia de ter que lidar com dois contratos, é mais vantajosa do que lidar com um banco.

Isso porque as fintechs funcionam com uma grande base online e visam facilitar os processos bancários ao máximo. Além do mais, elas costumam se tornar especialistas no ramo que seguem.

Muitas empresas têm apostado nas fintechs quando o assunto é pagamento, até porque esse negócio tem se expandido e pelos sinais que tem dado, chegaram para ficar.

Como são empresas que se apoiam na tecnologia e desenvolvem boa parte de seus serviços de maneira online, muitas pessoas acabam tendo dúvidas em relação à credibilidade das fintechs.

Afinal, nem tudo que surge na internet é real. Tem como confiar nas fintechs nessa situação? Continue a leitura e descubra!

Fintechs são confiáveis?

Pode-se considerar que sim, mas é errado dizer que você deve confiar cegamente em uma fintech ou em qualquer empresa.

É importante considerar que todo negócio, independentemente do segmento, está sujeito a riscos e fraudes. Por isso, quando for contratar uma fintech, assim como outras empresas, busque referências sobre o mercado, sobre o negócios, veja outros serviços e esteja atento.

As fintechs são mais flexíveis e ainda assim, são responsáveis por oferecer transações seguras para o seu negócio.

De modo geral, esse tipo de empresa de pagamento, oferece segurança assim como os bancos.

Algumas fintechs já possuem, por exemplo, a certificação PCI DSS tier 2, que garante a segurança nos processos de armazenamento de dados e de recebimento. Essa certificação é adquirida mediante a uma série de critérios e regulamentações que devem ser realizadas pela empresa.

Que tal conhecer uma fintech?

O Galax Pay é uma fintech que tem como principal objetivo de mercado, oferecer serviços de pagamento recorrente.

A startup foi idealizada para sanar os problemas com recorrência enfrentados pela Construsite Brasil, outra empresa do mesmo grupo, visto que os serviços oferecidos pelos bancos e os sistemas existentes na época, apresentavam soluções incompletas.

O sistema Galax Pay foi aprimorado e a cada nova semana, recebe melhorias e novas funcionalidades em suas soluções como o pagamento por recorrência via cartão de crédito.

Em 2018, fintech com o objetivo de oferecer métodos ainda melhores, passou a oferecer também o boleto bancário como opção.

E seguindo a estrutura comum a todas as fintechs, a empresa não para de escalar para trazer melhores condições para os empresários. O Galax Pay já alcançou o marco de mais de 1.000 clientes ativos e o objetivo é crescer ainda mais.

Conheça os serviços dessa fintech que já se destaca no mercado. Fale com um especialista.

[CONTATO]

Autor

Lays Xavier
Marketing
Produtora de conteúdo, sonhadora e inspirada. Cursando Publicidade e Propaganda, vive atrás de referências na busca de produzir conteúdos cada vez mais relevantes e atrativos. Engajada em cursos online, sabe que o conteúdo nasce do conhecimento e por isso, está constantemente atrás de novas oportunidades para adquiri-lo.
Outros posts feitos por Lays Xavier
Comentários:
Onde estamos
Rua Platina, 1375, 2º andar, Bairro Prado, Belo Horizonte / MG
Ver no Mapa