Empréstimo e cartão consignado: qual a diferença?

Crédito consignado e empréstimo consignado são serviços parecidos, mas com diferenças significativas. Entenda as condições e as vantagens de cada um.

por Juros Baixos
Empréstimo e cartão consignado: qual a diferença?

Do emprestimo consignado você com certeza já ouviu falar, mas e quanto ao cartão consignado?

Essa modalidade de crédito não é muito conhecida no mercado ainda, mas vem crescendo em número de adeptos e oferece várias vantagens.

Entenda aqui a diferença entre os dois serviços e saiba qual se encaixa melhor nas suas necessidades.

O que é crédito consignado?

O crédito consignado, também conhecido como empréstimo consignado, é uma forma de crédito paga indiretamente, em que as parcelas são descontadas na folha de pagamento ou benefício do consumidor.

Ele é acessível a funcionários públicos, funcionários de empresas privadas com carteira assinada, aposentados e pensionistas do INSS. Alguns empréstimos consignados também podem ser contratados por usuários de previdência privada.

O crédito consignado necessita da aprovação da empresa que paga o salário ou órgão que paga o benefício, ou ainda de um acordo prévio, de uma parceria entre a empresa de crédito e o empregador ou órgão público.

A margem consignável é a parte do salário ou benefício que pode ser usada para pagar as parcelas do empréstimo consignado. No Brasil ela é de 30% do salário ou benefício. Essa margem, no entanto, pode ser usada para pagar mais de um empréstimo, desde que eles não excedam juntos os 30%.

Sendo assim, em comparação com outras modalidades, como o empréstimo pessoal, o consignado costuma apresentar taxas mais atrativas, devido ao risco menor de não pagamento da pendência.

Confira também: Empréstimo consignado – veja lista dos melhores bancos

Vantagens e benefícios

O crédito consignado costuma ter uma das menores taxas de juros entre as modalidades de crédito. Para se ter uma ideia, segundo o Banco Central, em 2020 o crédito consignado teve uma taxa de juros média de 22,5% ao ano, enquanto o Cheque Especial teve uma taxa média de 318,7% ao ano.

A explicação para uma taxa de juros tão baixa está na segurança que o empréstimo consignado oferece para a instituição de crédito. Já que o pagamento das parcelas é feito quase que automaticamente e o cliente em geral possui renda fixa, o risco de inadimplência é muito baixo.

Para quem pega o empréstimo a dor de cabeça também é bem menor. Além de poder desfrutar de uma taxa de juros baixa, o tomador do crédito consignado não precisa ficar se preocupando em pagar boleto todo mês e, eventualmente, atrasar uma parcela, o que poderá trazer grandes complicações.

Por último, o crédito consignado também possui mais condições vantajosas, como um prazo grande para pagamento (até 96 vezes, no caso de funcionários públicos) e um valor alto de crédito disponível. E ele ainda costuma ser acessível para consumidores negativados.

O que é cartão de crédito consignado?

O cartão consignado é uma mistura de cartão de crédito e crédito consignado.

Nele você também tem um limite disponível para realizar suas compras (como um cartão de crédito), mas uma parte do valor gasto é descontada diretamente do seu salário ou benefício, não podendo exceder 5% do mesmo.

Esse 5% é a margem consignável do cartão, que não se confunde com a margem do empréstimo consignado. Ou seja, cartão e empréstimo juntos apresentam uma margem consignável de 35% do salário ou benefício.

Para uma pessoa que recebe, por exemplo, R$ 1.000 de salário, apenas R$ 50 poderão ser descontados diretamente para pagar os gastos com o cartão.

O restante do valor gasto deve ser pago na fatura, que chega todo mês, como um cartão normal. Caso você opte por parcelar a quantia devida, ou haja atraso, serão cobrados juros.

Por isso, mesmo que o cartão consignado ofereça maior segurança para o consumidor, é preciso tomar cuidado para não se endividar.

Outra funcionalidade do cartão consignado é a possibilidade de sacar até 90% da margem consignável.

Isso pode ser um recurso de grande utilidade para o consumidor que precisa de crédito imediato, mas também pode estimular o descontrole dos gastos.

Vantagens e benefícios

Um dos principais benefícios do cartão consignado é a ausência de anuidade. Por outro lado, pode ser cobrado um valor único pela emissão do cartão, que geralmente é bastante baixo.

A taxa de juros do cartão consignado, em caso de uso do rotativo, também é um grande atrativo: ela fica em 2,70% ao mês, muito abaixo do rotativo do cartão de crédito convencional.

Outro benefício do cartão consignado é a comodidade que o desconto direto no salário ou benefício, de até 5%, traz para o consumidor. No caso de se realizar gastos pequenos com o cartão o risco de inadimplência se torna bem pequeno.

Por último, cabe destacar a flexibilidade na hora de pagar a fatura do cartão. Embora seja mais recomendável pagar à vista, o que dispensa a cobrança de juros, é possível fazer o pagamento parcial ou parcelado, num prazo bem estendido.

Principais diferenças entre crédito e cartão consignado

A principal diferença entre o crédito consignado e o cartão consignado está no desconto direto.

Enquanto no crédito as parcelas são integralmente descontadas do salário ou benefício, no cartão apenas uma parcela dos gastos, chamada de valor mínimo, é descontada diretamente, devendo o consumidor pagar o restante com a fatura.

Outra diferença, já citada anteriormente, é a margem consignável, que no caso do crédito é de 30% do salário ou benefício, e no caso do cartão é de apenas 5%.

As taxas de juros dos dois serviços também costumam se diferenciar, sendo que no caso do crédito consignado a taxa é mais baixa (até 2,05% ao mês para funcionários públicos, por exemplo) e no cartão consignado ela fica um pouco maior (2,70% ao mês, para rotativo).

Outro ponto a se destacar é que o limite do cartão consignado pode variar bastante, segundo a renda do consumidor, mas isso não significa que ele seja maior que o crédito disponibilizado no empréstimo consignado.

Crédito ou cartão consignado: qual o melhor?

Tudo vai depender do seu comportamento financeiro. A princípio, o crédito consignado é uma opção mais vantajosa, por ter uma margem consignável maior e ser integralmente descontado do salário ou benefício.

Porém, o cartão consignado, desde que seja usado com prudência, oferece mais comodidade e praticidade nos gastos diários.

Onde encontrar online

Há diversas opções de empréstimo consignado e cartão consignado que podem ser contratados na internet, totalmente online.

E nessa tarefa o Juros Baixos pode ser de grande utilidade, já que é uma plataforma especializada na comparação e contratação de crédito online.

Clique nos links abaixo para encontrar o produto de sua preferência.

Considerações finais

Como você pôde ver, crédito ou empréstimo consignado e cartão consignado podem ser bastante úteis para o consumidor.

Além de oferecerem taxas bastante baixas, eles representam mais comodidade, praticidade e menor risco de inadimplência, sendo duas das principais ferramentas de crédito atualmente.

Uma última informação importante é que os dois produtos podem ser contratados ao mesmo tempo, algo que muitas instituições financeiras já oferecem aos seus clientes.

Nós do Juros Baixos esperamos que você tenha gostado desse conteúdo. Nosso foco é facilitar a vida financeira dos brasileiros, oferecendo conteúdos de qualidade e ferramentas exclusivas de comparação de crédito. Visite nosso blog e fique por dentro de todas as novidades!

Autor

Juros Baixos

O Juros Baixos é uma empresa intermediadora do processo de concessão de crédito entre bancos, fintechs e clientes.

Outros posts feitos por Juros Baixos

Deixe seu comentário