Cobrança recorrente com Pagamento Instantâneo (Pix): como funciona?

Facilite ainda mais a forma de receber seus pagamentos com o Pix na recorrência.

por Lays Xavier

O Pagamento Instantâneo, também conhecido como Pix, trará muitas novidades ao mercado financeiro, como transações mais rápidas e recebimentos mais facilitados.

A Cobrança recorrente irá se aliar a esse tipo de transação para que os pagamentos sejam realizados de formas ainda mais simples. Entenda melhor como o Pix vai funcionar e qual será a sua aplicação junto a Cobrança Recorrente!

O que é o Pagamento Instantâneo (Pix)?

Como o próprio nome diz, Pagamento Instantâneo, é um tipo de transação em que o pagamento ocorre na mesma hora.

O Pix será uma modalidade de transação a mais que promete tomar o lugar das TEDs tradicionais. Seus principais diferenciais estão na agilidade e na possibilidade de realização de transações a qualquer hora do dia, funcionando durante toda a semana, incluindo sábados, domingos e feriados.

A transação realizada através do Pagamento Instantâneo (Pix), levará 10 segundos até ser faturada e o dinheiro estará disponível na conta do recebedor.

Parece muito bom para ser verdade e felizmente é. O Bacen (Banco Central) desenvolveu essa iniciativa com os bancos tradicionais e digitais, além de instituições de pagamento, para promover uma comunicação mais rápida entre os sistemas financeiros.

Como é o funcionamento do Pagamento Instantâneo (Pix)?

O Pix disponibilizará duas formas de realizar as transações, que são o cadastro manual e as chaves de endereçamento.
O cadastro manual, conta com a inserção de dados do recebedor, como o nome completo e um identificador nacional, como o CPF ou CNPJ. Feito esse cadastro, será necessário selecionar o valor e confirmar a transação. Após isso, a pagamento será realizado.

As chaves de endereçamento, por outro lado, são um pouco mais simples, já que o pagador não precisará de dados, o recebedor enviará um QR Code e o pagador fará a leitura para a realização do pagamento.

Esse tipo de pagamento será muito útil para empresas que prestam serviços, sejam eles únicos ou recorrentes e facilitará o processo para o cliente, que não terá a necessidade de ficar digitando vários dados.

Sabendo um pouco de como o Pix funciona, veja como ele irá interagir com a Cobrança Recorrente.

Cobrança recorrente com Pagamento instantâneo (Pix): como funciona?

Para gerenciar uma cobrança recorrente usando o Pix, ainda não foi disponibilizada nenhuma automatização pelo Bacen. Dessa forma, as opções seriam ter uma equipe que faça lançamentos manuais de cada transação ou contratar um sistema de pagamento para fazer a automatização deste processo.

Um sistema de pagamento especializado em recorrência, tem como diferencial a possibilidade da automatização na geração e envio dos QR codes para pagamento via Pix, sendo necessário apenas realizar uma primeira configuração estabelecendo o valor e o dia em que a cobrança deve ser enviada. Feito isso, o sistema fará os envios dos QR codes, sem a necessidade de intervenção manual.

Há também a possibilidade de gerar relatórios em questões de segundos, fazer baixas automáticas e lançamentos assertivos com o uso de um sistema de cobrança recorrente.

O sistema de gestão de pagamentos possibilita a cobrança das mensalidades através de boletos bancários ou do débito automático no cartão de crédito.

Com o Pix, será possível que estes pagamentos sejam mesclados ou substituídos. Entenda melhor com um exemplo:

Uma empresa cobra as mensalidades de seus serviços através da recorrência via débito automático no cartão de crédito.

No mês de janeiro, o cliente teve uma despesa que não estava em seus gastos comuns e acabou consumindo todo o limite de seu cartão de crédito. Dessa forma, ele pode realizar o pagamento do mês através de um QR Code Pix enviado para ele.

O pagamento do cliente em questão foi substituído com mais flexibilidade para que ele continue recebendo os serviços da empresa.

O cliente que paga via boleto bancário, também poderá ter a opção de pagar com o Pix, basta o QR Code ser inserido no próprio boleto, ou substituí-lo, já que a liquidação acontece mais rápido, facilitando a liberação do serviço para clientes sem a necessidade de esperar os 3 dias úteis para a baixa do pagamento.

As oportunidades são inúmeras ao utilizar o Pix. O mercado financeiro está sendo revolucionado para a utilização de meios de pagamento cada vez mais ágeis e simples. Sua empresa não pode ficar de fora dessa.

Como minha empresa pode usar a recorrência com o Pix?

O Pix será liberado para o uso a partir do dia 05 de Outubro de 2020, mas várias instituições de pagamento já estão na fila para se cadastrar no sistema, como é o caso do Galax Pay.

A partir da liberação do uso, o Galax Pay disponibilizará as atualizações em sua plataforma de cobrança recorrente, para que seus clientes comecem a usufruir destes benefícios.

O Pix não será uma transação obrigatória, mas estará disponível para os clientes que desejarem usar.

Tenha mais facilidade nos pagamentos de sua empresa e esteja preparado para as mudanças que se aproximam.

Saiba como ter os seus meios de pagamento facilitados desde já e entenda mais sobre como será o funcionamento do Pix. Converse com um consultor Galax Pay.

Receba o contato de um especialista

Autor

Lays Xavier
Marketing
Produtora de conteúdo, sonhadora e inspirada. Cursando Publicidade e Propaganda, vive atrás de referências na busca de produzir conteúdos cada vez mais relevantes e atrativos. Engajada em cursos online, sabe que o conteúdo nasce do conhecimento e por isso, está constantemente atrás de novas oportunidades para adquiri-lo.
Outros posts feitos por Lays Xavier
Comentários:
Onde estamos
Rua Platina, 1375, 2º andar, Bairro Prado, Belo Horizonte / MG
Ver no Mapa